quinta-feira, março 23, 2006

Jovens intelectuais

— Eh pá! Já não dá para irmos ao Visconti...
— Quê?... 'tás a gozar...
— 'tou nada! Sabias qu'esses italianos eram todos fachos?...
— Nã...
— Podes crer, chaval!
— Atão?...
— Sabes aqueles estúdios bué da fixes... a Cinecittà?...
— Ya.
— Foram os fachos que fizeram.
— Quê?!
— Ya, man. E o Festival de Veneza... Bué da louco...
— O quê? Também foram os fascistas?!...
— 'da-se. Foram mesmo. E aquela revista Cinema, onde escreviam todos os bacanos...
— Quais bacanos?
— Os gajos do neo-realismo... antes do neo-realismo...
— Sei. Ganda curte!
— Também era lá dos fachos.
— Quem é que te disse isso?
— A minha namorada, que estuda Cinema.
— Eh pá! A gaja é nazi!
— Na é nada. Até fui co velho dela à "Festa".
— Porra. Atão é mesmo verdade.
— Um gajo já não pode ver nada...
— Pois é.