sexta-feira, julho 28, 2006

Descubra-se

De que lado teria estado em: Portugal, 1128, 1383, 1580, 1820, 1910, 1974; Terra Santa, 1097; Constantinopla, 1453; França, 1789; Espanha, 1936; Rússia, 1941; Angola, 1961.

3 Comments:

Blogger Jordão said...

Faltou aí a Lusitânia por volta de 100 a.c. e por volta de 400 d.c. (espero que algum dos ilustres possa fornecer datas exactas) e Portugal em 1372 e 1807.
Falta, também, a Polónia em 1939, a França e o Reino Unido em 1940, ou Varsóvia em 1944.
E, já agora, para nos aproximarmos um pouco mais do nosso presente, a Jugoslávia em 1991, o Iraque em 1991,o Iraque em 2003, Palestina desde 1948...

5:59 da tarde  
Blogger alex said...

1128 - D.Afonso Henriques, claro!
(sr.Trava que fosse lá para a terrinha dele)

1383 - Do lado de Portugal, ou seja, de D.Nuno Álvares Pereira e de D.João.

1580 - Do lado de D.Catarina, Duquesa de Bragança.

1820 - Dos Liberais.

1910 - Pelo que vejo, seria melhor ter estado do lado da Monarquia.

1974 - God help us!
_____

1097 - De nenhum lado. O que aconteceu foi uma lástimae, pior, virou 'moda'.

1453 - Do lado dos sitiados que desgraçada e miseravelmente foram traídos e abandonados.

1789 - Do lado de Brissot e dos Girondinos.

1936 - De nenhum mas, em caso de 'ser obrigado a decidir'....do lado dos 'f********s', pois então...
(não diga a ninguém que eu escrevi isto, s.f.f.)

1941 - Aqui é que é mesmo de nenhum (Livra!!)...até porque este é um caso de: 'Entre marido e mulher, não metas a colher'.

1961 - Do lado de Portugal.

Ao Jordão respondo com interesse:

1939 - Do lado dos que foram selvaticamente invadidos (e alegremente 'partilhados') por dois países que a 'gente sabe'

1940 - Do lado de França e do Reino Unido.

1944 - Do lado dos patriotas polacos que acabaram por só triunfar nos finais da década de 80.

1991 (Jugoslávia) - Do lado de Zagreb e Ljubljana e de tutti quanti que, muy legitimamente, aspiravam à independência.

1991 (Iraque) - Do lado da extensa Coligação Internacional que na altura se formou e de povo do Emirato do Koweit.

2003 - houve uma altura em que responderia a esta com clareza. Hoje em dia já vou tendo algumas 'hesitações'...

Em relação à última...bom....essa é fácil :), embora reconhecendo o direito, de TODOS, à legítima aspiração de terem um Estado

11:09 da tarde  
Blogger Mendo Ramires said...

Haja quem responda aos meus inquéritos. Bem-haja, Nelson.

3:52 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home