sábado, julho 08, 2006

Onze eterno

Bach;
Händel, Glück, Haydn, Mozart;
Beethoven, Weber, Schubert;
Mendelssohn, Schumann, Wagner.

8 Comments:

Blogger Je maintiendrai said...

E não cabe aí um Brahms?

1:31 da manhã  
Blogger Mendo Ramires said...

Isto de se ser seleccionador é uma responsabilidade danada...

1:44 da manhã  
Blogger JSarto said...

Bieber? Bruckner? Orff?

3:53 da tarde  
Blogger alex said...

Pelos vistos,há um belo 'banco de suplentes'.

Mas hoje nenhum dos ilistríssimos supracitados se evidenciou.
Hoje foi mesmo uma noite de... Schweinsteiger :(

12:07 da manhã  
Blogger O Jansenista said...

Handel joga na selecção britânica, e Beethoven não ouve o apito do árbitro...

12:30 da manhã  
Blogger Jorge Arbusto Sr. said...

E Mahler?

2:09 da tarde  
Blogger alex said...

"E Mahler?"


Ehh....bom....esse...pois....ehh...acho que não pode ser.
Pois era....humm....

;)

7:07 da tarde  
Blogger FSantos said...

Ó Nelson, então Weber e Mendelssohn não constam da lista do Mendo, apesar de serem, humm, ahm, pois...?
Mas Mahler, Bruckner e Schoenberg são obrigatórios. E Biber, como lembrou Sarto, a par de muitos outros nomes do barroco, não pode ser esquecido.

9:57 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home