sexta-feira, outubro 20, 2006

Princípios

Vários livreiros — antiquários, alfarrabistas e outros — dizem-nos, em simpática troca de opiniões, que, agora, tudo o que seja Integralismo e Nacionalismo desaparece logo à chegada. E soubemos mais: é a gente nova que os compra, como já não se via há vinte anos.

9 Comments:

Blogger Lucas said...

Isso é muito verdade, caro Mendo.

Ainda há pouco fui a Portugal em trabalho e, passando pelo Porto, entrei num alfarrabista. Quis aproveitar a oportunidade para comprar mais livros sobre o Integralismo Lusitano. Nao tinham.
'E tem algum livro de António Sardinha?'
'Também nao. Isso tem muita procura. Nem António Sardinha, nem Hipolito Raposo, nem Luis Almeida Braga... Essas coisas vendem-se logo.'
Saí de lá de maos a abanar, mas de coracao a bombar.

1:47 da tarde  
Blogger HNO said...

Oxalá. Sinais de mudança?

2:48 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Lá vou dando meu meu humilde contributo de jovem em permanente descoberta do pensamento dos herois integralistas. Na última feira do livro de Lisboa por pouco não apanhava a Questão Dinástica da Junta Central. Pelo que me disse o alfarrabista, tive bastante procura. Tanta que paguei o dobro que um amigo tinha dado no dia anterior. É um bom sinal, sem dúvida.

abraço

4:17 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

errata: 'teve' bastante procura...

4:22 da tarde  
Blogger Vanguardista said...

Eu ainda no outro dia estive com duas ou três 1ªs edições de Sardinha na mão, no Porto, mas não era para a minha bolsa. Trouxe a "Doutrina do Fascismo", que estava mais em conta ;)

7:02 da tarde  
Blogger FSantos said...

No Bairro Alto "À Lareira de Castela" encontra-se facilmente, já as outras obras de Sardinha não. Decididamente a aproximção a Espanha não vende!

12:14 da manhã  
Blogger Mendo Ramires said...

Nesta semana que passou, apareceram onze títulos de António Sardinha (quase todos 1.ªs edições, bem encadernados, à volta de 25 euros cada), num catálogo de um alfarrabista do Bairro Alto. Já voaram todos!

3:06 da manhã  
Blogger JSarto said...

Da obra ensaística de Sardinha, o único volume que me falta - e não herdei de familiares nenhum dos que possuo, o que de resto não teria qualquer mal - é "O Valor da Raça". Agora, suponho que esse título deve atingir preços "estratosféricos" em alfarrabista, se é que chega sequer a aparecer para venda...

5:21 da tarde  
Blogger Flávio Gonçalves said...

Eu, que admito ser pessimista mas digo isto por já ter visto acontecer, espero bem que não sejam jovens BE's motivados mais pelo objectivo de fazer desaparecer determinadas obras dos alfarrabistas e das livrarias do que pelo gosto de as ler.

Pode parecer inacreditável mas é verdade, algumas obras que qualquer patriota devia ler parecem desaparecer das lojas... e curiosamente são poucos os patriotas que conheço que possuem alguma.

É uma estratégia utilizada, por exemplo, em determinadas seitas e por grupos de interese que desejam fazer desaparecer determinadas obras tidas como incomodativas.

8:18 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home